19/08/2016

E AGORA QUEM PODERÁ NOS DEFENDER?


É sabido por todos (menos os fãs ferrenhos das olimpíadas) que o processo do impeachment tá chegando ao fim, apos meses de martírio (para o PT, é claro), a era petista parece ter chegado ao fim. Apos 13 anos de mandado (o 14ª  em andamento) a republica do "companheiro e da companheira" me parece que muito em breve se tornará a república do gavião. E, dos inúmeros escândalos políticos e prisões o que a gente vai sentir faltas mesmo, são as gafes! Que renderam na "rede" material para as mais diferentes situações do cotidiano.

O povão diz que mudou de vida (a que custo?),os ricos nunca se conformaram com o até então "povão" no poder e os políticos, ah esses riram, mas riram de desespero!
De mãos atadas (e semblante abatido) o herói nordestino do século 21 (dependendo do ponto de vista, o Robin Hood brasileiro) viu o seu mantra; "Eu não sei de nada" cair por terra e, finalmente percebeu que "ou se morre como um herói ou se vive o bastante para virar vilão"! Repetindo a exaustão o termo "não vai ter golpe" a "jaguatirica do sertão" ofendeu os três poderes e simpatizantes com apenas quatro palavrinhas, mas o que fazer quando até os seus aliados se rebelam? Levantar a cabeça e "segurar o taco" enquanto a sua carcaça serve de açoite para a grande massa e esperar a poeira baixar, pois assim coma a Dory de procurando Nemo brasileiro tem a memória curta.

Segundo o ensinamento popular devemos manter os amigos por perto e os inimigos mais perto ainda, e foi isso que a "Planalto" não fez, priorizando o 13 e o 15, o executivo se manteve fechado do começo ao fim em sua "monarquia absolutista", não fez cena, não tomou cafezinho com oposição (mesmo que indigesto e necessário) Isso não podemos negar, ela se manteve fiel ao seus princípios, mal sabia ela que politica e princípio não andam juntos. O 15 cansado de sombra do 13, tava se apagando e viu na Lava Jato a grande chance de dar a volta por cima (não sabemos até quando) E assim fez, se juntou a oposição, sucumbiu a presidente e assumiu o cargo!
Mas afinal é golpe, ou não é golpe?
Como bem disse o Leandro Karnal no Programa Roda Viva, "depende do ponto de vista"! E eu concordo plenamente com ele.
Porque não é golpe: Não é golpe por que tá tudo dentro da lei, as denuncias foram enviadas e depois aceitas, a Câmara votou e depois foi para o Senado que resolveu dá continuidade (o Senado poderia barrar), o STF entrou no caso quando solicitado, foi discutido o "rito", a presidente foi afastada  e permaneceu com algumas regalias, assim como diz a lei. Se fosse um golpe ela seria deposta na "marra", presa ou exilada em alguns pais da America do sul...

Porque é golpe: É golpe por que a sua base aliada é minoria no congresso, se ela fosse forte tanto na Câmara quanto no Senado é muito provável que não teria passado na votação na câmara e se passasse o Senado barraria (se o PMDB não tivesse se rebelado seriam 68 votos a favor na Câmara e 18 no senado), por isso o discurso de "não vai ter golpe". Porque isso aconteceu? falta de diálogo, articulação, ou seja, faltou o que a gente aprende na escola, a famosa "panelinha" ,ceder pra conquistar!

Sabe quem tá feliz? O Michel Temer! Prestes a comemora o seu 76º aniversario em setembro, e recebeu de presente a presidência da republica, em outubro e a vez do Lula que não tem nada pra comemorar, com a popularidade baixa e acusado na lava jato,e por ultimo a Dilma, em dezembro a "vovozinha" chegará a o seu 69º aniversário se sentindo injustificada e carregando consigo o prefixo "Ex" em seu nome, e o pior, vendo o seu companheiro de jornada por mais de quatro anos de sorriso a sorriso no planalto...
"Existem amigos, inimigos e Michel Temer".

Sexta feira tem mais, sempre as 11h00 da manhã.
Não esqueça de comentar.

Um comentário:

  1. Será que um dia isso terá fim?

    http://thewithlock.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Este blog não se responsabiliza por comentário deixado por terceiros.